igreja-de-sao-francisco-de-assis-sao-joao-del-rei

São João del Rei é conhecida como a “Terra onde os sinos falam”, pois guarda uma curiosa tradição: pelo toque do sino, sabe-se onde, quando e por qual celebrante será realizada a solenidade, se haverá procissão e, no caso dos dobres fúnebres, até se a pessoa falecida era homem ou mulher. Além dessa rica tradição, conserva também belos patrimônios e foi berço de personagens importantes da história de Minas e do Brasil: Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, D. Bárbara Heliodora Guilhermina da Silveira e Tancredo Neves.

São João del Rei é um município brasileiro da região do Campo das Vertentes, pertencente ao estado de Minas Gerais. É uma das maiores cidades setecentistas mineiras.

Localizado na Bacia do Rio Grande, tem seu relevo formado pelas serras do complexo da Serra da Mantiqueira. É um pólo para cidades do sudeste e sul de Minas Gerais.

O aeroporto Prefeito Otavio de Almeida Neves, localizado na Regional Colônia (Zona Norte da cidade), é o mais importante da região.

Grandiosa, moderna e agitada na área contemporânea. Pacata e cultural na sua parte histórica, São João del-Rei se insere como uma cidade singular. Dotada de uma vasta gama arquitetônica, na qual não se restringe apenas ao Barroco. Na sua parte histórica (protegida do restante da cidade) é possível observar diversas linhas arquitetônicas.

A cidade foi fundada por bandeirantes paulistas, considera-se Tomé Portes del-Rei como seu fundador. O então arraial situado ao Sul das Minas Gerais foi criado com o objetivo de ser um entreposto entre Paraty-RJ e as cidades da região central de Minas Gerais (Ouro Preto, Mariana, Conselheiro Lafaiete entre outras). Ou seja, era uma via a qual se escoava a produção mineral dessas localidades para o litoral e posterior envio a Portugal. Mais tardiamente é que se foi encontrado ouro em grande quantidade no município.

São João del-Rei é conhecida também por ser uma cidade universitária devido aos centros de ensino presentes no município, a alta variedade de cursos e a enorme expansão da UFSJ e pelo grande número de repúblicas estudantis espalhadas pela cidade. Será implantado na cidade o segundo curso de Medicina da Universidade.

Nasceram, em São João del-Rei o presidente eleito do Brasil em 1985 Tancredo Neves; o cardeal dom Lucas Moreira Neves; Otto Lara Resende; padre José Maria Xavier (compositor sacro); Francisca Paula de Jesus (a “santa” Nhá Chica, que está em via de ser canonizada pelo Vaticano), dentre outros.

A cidade cresceu, mas a tradição de repicar os sinos das igrejas – seja para anunciar o começo da missa ou a hora da Ave Maria – é mantida em São João del Rei. Apesar da expansão, as histórias e as lembranças do Brasil Colônia continuam vivas no Centro Histórico. Por ali estão belos sobrados e casarões, como o Solar dos Neves, que ainda hoje pertence à família do ex-presidente Tancredo Neves; e a igreja de Nossa Senhora do Pilar, com talhas de ouro em profusão.

O casario antigo abriga ainda restaurantes e lojas que oferecem cobiçadas peças produzidas com outro metal nobre da região – o estanho, que dá forma a jóias e objetos de decoração. A grande pepita de São João del Rei, porém, não está encravada no Centro Histórico.

A igreja de São Francisco de Assis fica no meio de uma praça ornamentada com palmeiras imperiais. Os altares dourados são escassos, mas foram primorosamente recompensados pela portada em pedra-sabão, pelo lustre em cristal Bacarat e pela missa das manhãs de domingo, acompanhadas por música barroca.

 

Dica de viagem

Um dos roteiros quase obrigatórios para quem visita São João del-Rei é o passeio de Maria Fumaça. São 12 Km até o destino: a estação de Tiradentes. O passeio dura 35 minutos e tem uma vista privilegiada da Serra de São José.
Uma vez na cidadezinha, circule a pé ou de charrete em meio às lojinhas de artesanato, chafarizes, ateliês e restaurante estrelados.

 

Galeria de Fotos de São João del Rei

Mapa da cidade de São João Del Rei

Vídeo sobre a cidade de São João Del Rei